Homem com carabina de pressão apontando para prato

Tiro Esportivo: o que é e como funciona?

Tiro Esportivo é um esporte que requer concentração, precisão e velocidade em atirar com uma arma que pode ser tanto de fogo como de ar comprimido. A prática desse esporte requer bastante treinamento e a necessidade de uso de equipamentos de proteção individual como óculos táticos, colete para guardar sua munição e um tampão nos ouvidos.

 

As primeiras competições de Tiro Esportivo aconteceram no século XIX, na Suécia, e logo a modalidade se espalhou pela Europa. Em 1814, na Grã-Bretanha, o coronel Peter Hawker publicou um livro contendo as primeiras regras para competições.

 

A Federação Internacional de Tiro Esportivo (ISSF) foi criada nos Estados Unidos por volta de 1871 e hoje possui 154 países filiados.

 

O Tiro é considerado um esporte olímpico desde as Olimpíadas de Atenas, realizada em 1896. Desde então, só ficou fora das Olimpíadas de 1904, em St. Louis, nos Estados Unidos, e em 1928, nas Olimpíadas de Amsterdã, na Holanda (Países Baixos).

 

Dentre os países de maior destaque no Tiro Esportivo estão: Suíça, Dinamarca, França, Noruega, Holanda e Estados Unidos.

 

O esporte é praticado em três categorias distintas, com diferentes armas, e que se dividem em algumas provas:

 

Pistola: Essa modalidade é dividida em quatro categorias: sport (apenas para mulheres), pistola livre, pistola de ar e tiro rápido (apenas para homens). Nas competições, só pode ser disparada com uma das mãos por ser uma arma curta. O alvo pode estar a 10m, 25m ou 50m de distância do atirador

 

Carabina: A modalidade é praticada com uma arma de cano longo e, por isso, permite o uso das duas mãos. Para conseguir a pontuação máxima, o atirador deve atingir o alvo desenhado em volta de círculos.

 

Se realizada em pé, a distância do ponto deve ser de 10m ou 50m. Já na posição deitada, precisa estar distante 50m. Essa última categoria, no entanto, é disputada apenas por homens.

 

Tiro ao prato: Essa é uma das modalidades mais conhecidas do público brasileiro e tem duas variações, quando as provas podem ser: skeet e fossa olímpica. Nessa categoria, em todas as provas, há uma diferença no número de pratos para homens e mulheres. Os pratos têm 11 cm, são feitos de argila, calcário e alcatrão.

São dois os tipos de campos nos quais pode ser praticado o tiro esportivo: normal e skeet. No “campo normal”, são necessárias várias cabinas de tiro, com uma área mínima de tiro de 15 m de comprimento e 20 m de largura.

 

Já no “campo de skeet”, o ponto de onde os atletas irão atirar e o ponto de onde deverão partir os pratos, devem ser demarcados por um semicírculo. A área de tiro no “campo skeet” deve ter 15 m de comprimento e 36,82 m de largura.

 

Todas as normas são criadas e modificadas pela ISSF (International Shooting Sport Federation) que, atualmente tem sede na Alemanha.

 

Fique ligado! Nos próximos posts daremos dicas de estandes espalhados pelo Brasil.

Postar um Comentário